Poemas
Poesia aborrecida
Poesia

Que aborrecimento

Poder dizer tudo

E não ter nada para dizer



Fora outras

A maior tristeza

É não estar livre

Ou ter a ilusão de o estar?



Procurar conceitos gerais

Que não me refletem

Ou os que me refletem

E não refletem os demais



Porque escrever

É presunção

Mas esta escrita

Derrota



Já nem conto sílabas

Deitei fora as fórmulas

O ritmo dai-o vós

Como sempre destes



Ando eu a corroer-me interiormente

Desfazer-me perante vós

Para vós juntardes as peças

A achar que sou máquina



Seria melhor,

Quem não prefere robôs a burros.
 
Diogo Curto @ 07-06-2020 19:17:08
Comentários
Ainda não existem comentários neste texto. Seja o(a) primeiro(a) a fazer um!