Poemas
amor
Pelos jardins da tua alma
Reconhecia a tua presencia
Inspirei os teus sabores
Preso nos teus enlaces
Recorri a tua fragrância
Para descobri a minha gema .

Ao sabores de dois seres
Entrelaçados ao romper do amor
Descobre o bem que faz o amor
O amor sensível de dois seres .

Sonda meu coração
Que de elo amante pareço
Num rio em flutuação
Ao romper este conceito.

Que não seria ao não teres
Esta mão no teu peito
E saciar este ser
Que tanto podes reteres
Esta imagem , esto feito
Amar da poder .

Que o mal se detenha
A paixão não se abstenha .

Para ti relego tudo
Para ti serei tudo
Para ti sempre tudo

Ilumina o sentimento
De um frugal sentimento

Amor.

 
silvam @ 01-04-2006 0:00:00, actualizado a 16-09-2012 17:17:11
Comentários
Ainda não existem comentários neste texto. Seja o(a) primeiro(a) a fazer um!