Prosas
Voz do melro
Deito-me no vale dos lençóis destinada a revelar por fim o que os sonhos me transmitem. Entro então num místico vale de ilusões, ouvindo sempre ao longe uma voz, uma voz que me vai guiando nos sonhos de cores, pelas montanhas do vento e pelas estradas de música.
Olho para o lado e encontro um melro que me diz: eu cuido de ti! Eu confio nele, pois a voz assim me diz para confiar. Seguimos então os dois, por caminhos lindos que só a percepção colorida consegue perceber. Eu percebo… o melro também… a voz também…
Percorremos lindos caminhos, e enquanto vivemos os sonhos alegres, a voz vai relatando o nosso caminho.
Eles caminham juntos sempre contentes, com o amor na alma, e a paz no coração. Não sabem para onde vão nem quem encontrarão, nem querem fazer. Vão sempre ouvindo a banda sonora preferida, aquela que diz a sua vida, dois corações a baterem em uníssono, peito que canta com alma, sem nunca calar a voz que lhe corre nas veias.
Sim nós caminhamos juntos, eu e o melro, que me canta baixinho ao ouvido, pois a sua música só é reconhecida por quem já viu o arco-íris com os olhos fechados e conseguiu identificar as suas cores quando o mundo se vestia de preto e branco.
Vamos caminhando, ao nosso lado só existem histórias, flores e animais, flores que se abraçam na tormenta da felicidade, peixes que riem porque a vida lhes corre bem, rios de cor azul brilhante que correm, não, dançam, como as árvores que as acompanham num delicioso ritual de harmonia de qualquer batuque, tique taque, conhecido como o bater do coração.
Chegamos então a um largo campo, coberto de cores mágicas segredadas pelo vento à música das árvores, decidimos ficar por aí…
Dizemos então, eu e o melro, a voz amiga que sempre nos guiou e acompanhou, não vens ?
Vão vocês que eu já lá vou ter…
O melro segreda-me ao ouvido… acorda… e a voz abraça-me e assim acordo para o mundo colorido que é a alma da vida do coração de quem canta sem ouvir música…
 
Formiga @ 27-06-2009 0:06:26
Comentários
Ainda não existem comentários neste texto. Seja o(a) primeiro(a) a fazer um!