Poemas
Por mim, tudo bem
Prefiro continuar a olhar e ser eu,

Eu quero, eu sou, eu tenho, eu vou…

Saio par a rua e as folhas que caem das arvores fazem-me sorrir..

A existência é cíclica e efémera..

Tendenciosa e escassa..

Tudo me parece bem tal como é..

Não há incerteza que me apunhale e me destrua.

Não há mal que me sufoque..

Sou livre e sou tão eu..

Sou quem sou e tudo é meu..

Mais que isto é procurar o que não me permito encontrar.

Menos que nada é não existir, é não estar.

Da-me agora o que quiseres dar…

Se de mim não vem, será meu.

Eu dou e passo a ter.

Bebo da fonte e tenho o céu…
 
drunfs @ 22-02-2008 6:45:34, actualizado a 25-02-2008 7:54:23
Comentários
@ 27-02-2008 9:48:55
Citar   Impróprio?
gosto mt do poema... continua com essa força interior em altas. bjinhos
Pág: 1 de 1Ant.   <<   < [ 1 ] >   >>   Seg.